Rota. Foto - Flávio Colker (1)

Teatro Alfa abre programação de dança 2016 com ‘VeRo’, da Cia. Deborah Colker

Em uma fusão de duas obras prévias, Velox (1995) e Rota (1997), VeRo, da Cia Deborah Colker, reúne partes dessas coreografias que associam a dança e o universo esportivo, trabalhando com movimentos artísticos que remetem a prática esportiva como veículo para a liberdade expressiva e orgânica refletida.

Em seu primeiro ato, os movimentos Ostinato, Cotidiano e Sonar utilizam o vocabulário do balé clássico e da dança contemporânea, brincando com gestos do dia a dia e movimentos no solo; imprimindo força, leveza, humor, velocidade e dinâmica, marcas registradas de Deborah.

No fundo da cena, o palco verticaliza-se em uma parede de sete metros de altura onde os bailarinos realizam um balé aéreo desafiando a lei da gravidade com irretocável desenvoltura. Logo em seguida Kung Fu, Atletismo e Jogo. No segundo ato, os bailarinos se deslocam em estado de flutuação, como astronautas dentro de uma nave sem Gravidade. Os movimentos ganham novas densidades, em meio a manobras milimétricas e vagarosas que demandam um equilíbrio e resistência muscular incomuns, os bailarinos experimentam várias possibilidades de caminhar em suspensão, em todos os sentidos e direções.

Por fim, uma Roda de cinco metros de diâmetro toma conta do palco. Inspirada nos parques de diversões e na rotação da Terra, a Roda é a mais perfeita tradução material da investigação em torno da física e da mecânica do movimento. Todos os movimentos dentro e fora da roda buscam a circularidade. Em fluxo contínuo, os bailarinos dançam sob forças centrífugas e centrípetas, a ação propaga-se por cada uma das seis escadas e pelos meandros da Roda, desenhando uma profusão de imagens de grande impacto visual.

O espetáculo abre uma intensa programação de dança que ocupa o Teatro Alfa, em São Paulo, até novembro deste ano, com reconhecidas companhias nacionais e internacionais. Do Chile, virá uma adaptação literária da obra Zorba – o Grego criada pelo Ballet de Santiago (15 a 17 de julho).Do Japão, o butô contemporâneo do Sankai Juku (23 e 24 de julho). Das ruas sinuosas de Minas Gerais, os gingados do Grupo Corpo (4 a 14 de agosto) e a dança de salão da Mimulus (22 e 23 de outubro). Para encerrar, o hip hop francês do grupo Käfig (5 a 7 de novembro).

VeRo fica em cartaz de 23 de junho a 3 de julho. Veja o trailer:

VeRo, da Cia Deborah Colker
De 23 de junho a 3 de julho
Quartas e quintas, às 21h, sextas, às 21h30, sábados, às 20h e domingos às 18h
Ingressos de R$150 a R$50, dependendo do setor
Vendas online: www.ingressorapido.com.br

Teatro Alfa
R. Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro, São Paulo – SP, 04757-000
Tel.: 11 5693.4000 e 0300 789-3377